domingo, maio 01, 2005

Novas bandas

Pois é, ontem (dia 30) houve um concerto na nossa escola. Organizado pela AE, contava com a participação de duas bandas, das quais alguns elementos são ex-alunos e alunos da escola.
Para começar, o tempo... mal as coisas estavam prontas, começou a cair uma chuva miudinha, pouco mais que molha-tolos... se a assistência já estava reduzida, imaginem a chover!

A primeira banda a entrar em palco foi Territorial Act. Têm uma clara influência de Nirvana, no som, no tom rouco adoptado pelo Daniel, vocalista. Acabaram por fazer duas covers deles ( "Come as you are" e "Lithium"), com as quais delirei eh eh eh Houve ainda tempo para estourar dois ou três microfones, e atirar um ao chão, tal era a loucura do baixo... estiveram muito bem!

Depois entraram Les Triple. São dois irmãos, e têm um estilo alternativo muito interessante. Tive pena que o som não estivesse nos seus melhores dias... mas eles oscilavam entre algo muito parecido com o "spoken-word" e uma coisa quase blues... não consigo entender em que raio de género se encaixam, mas curtia ir vê-los de novo. São uma banda a descobrir.

E foi isso, mal deu a meia-noite aproveitámos para cantar os parabéns ao Jorge (o "génio" faz anos hoje ;) ), acabando por tornar o concerto uma celebração particular do Secundário :)

Arrumar as tralhas e tal... foi à uma que nos metemos no carro (sete... um ao colo, outro atravessado no banco de trás!) e fomos distribuir o pessoal a casa. Resumindo: fora a condução louca do Joaquim, correu tudo bem.

Beijo, esta semana vai ser de estudo intensivo.
Nandita

3 comentários:

isa xana disse...

bom estudo... eu também tenho que fazer o mesmo!!

**

uiiiiiiiiiii :) disse...

hummmm ainda bem que a festa foi... de arromba... uma arromba molhada mas... mesmo assim de arromba!
Aproveito este post para deixar um poema de um autor anonimo, mas que transmite muito do que um professor (é verdade... eu sou professora de algumas almas...:P) sente todos os dias, principalmente no final do ano (que se aproxima a alta velocidade)...
Jinhos para todos...

"SER PROFESSOR
Ser professor é ser artista,
Malabarista,
Pintor, escultor, doutor,
Musicólogo, psicólogo...
É ser mãe, pai, irmã e avó,
É ser palhaço, estilhaço,
É ser ciência, paciência...
É ser informação,
É ser ACÇÃO.
É ser bússola, é ser farol.
É ser luz, é ser sol.
Incompreendido?... Muito.
Defendido? Nunca.
O seu filho passou?...
Claro, é um génio.
Não passou?
O professor não ensinou.
Ser professor...
É um vício ou vocação?
É outra coisa...
É ter nas mãos o mundo de AMANHÃ
AMANHÃ os alunos vão-se...
E ele, o mestre, de mãos vazias,
Fica com o coração partido.
Recebe novas turmas,
Novos olhinhos ávidos de Cultura e ele, o professor,
Vai despejando
Com toda a ternura, o saber, a Orientação
Nas cabecinhas novas que amanhã luzirão no firmamento da Pátria.
Fica a saudade...
A Amizade.
O pagamento real? Só na eternidade."

Nandita disse...

Ora ora... não sabia que a professora tinha andado por cá...
Belo poema, já agora... e quer-me parecer que podia ter saído perfeitamente da sua própria cabeça ;) tem muito da sua visão, e da sua entrega aos alunos.

Muito obrigada pela visita, mais uma vez :)