domingo, julho 23, 2006

Esmagamento

Procurávamos um sítio para tomar banho, uma qualquer clareira apetecível em tempo quente. À última da hora, planos feitos em cima do joelho, lembrámo-nos das Fisgas, perdidas no meio do Alvão.
"Siga para as cascatas!" Bebidas e comida espalhadas no banco de trás, e fomos de viagem...
O que é certo é que nem molhámos os pés. Não chegámos perto da água. Não nadámos, nem sequer apanhámos banhos de Sol...
Mas aquela paisagem...
De um lado as cascatas, a martelar na paisagem granítica até lá abaixo... e do outro, o esmagamento.
Uma paisagem toda ela ar e pedra, a sufocar enquanto liberta. E o Sol quase a por-se... e o vento a fazer festas no cabelo. Andava uma águia lá em cima, de certezinha...
Não sentia o mesmo desde que me tinha perdido pelas aldeiazinhas da Régua, já lá vão tantos anos...
Estivemos lá quanto tempo? Não sei... mas foi o tempo de um silêncio em paz, de conversas banais que faziam todo o sentido ali, sentados nas rochas a que tinhamos trepado.
Foi uma tarde que me marcou. Não pelo que dissemos, mas por estar num sítio onde me sentia ao mesmo tempo livre e dominada pelos elementos, capaz de tudo e ao mesmo tempo tão frágil, tão eu...
Regresso a casa já de noite, a serpentear pela estradinha de alcatrão. Terras pequenas, encaixadas na montanha, onde apetece voltar, ficar, perder-me...
É bom ter-te ao meu lado, e sentir-me igual, compreendida. A amizade não tem preço, mas a tua vale milhões... fica a vontade de regressar!
Tempo de férias dá nisto!

6 comentários:

o_rapaz disse...

Como é bom pegar nos poucos que temos ao pé e fugir de tudo por um dia. Lembrar de novo a essência de que somos feitos, vertendo o banal que mora em nós em quem não o sente como tal.

Esse choque elementar, qual cascata costas a baixo…

, beijo

o alquimista disse...

Passei por aqui e gostei, volto se não te importares.

impressaodigital disse...

dar asas aos pés... :)

Cristiano Contreiras disse...

ah, há tempos não vou à um sitio..nem dos meus parentes.
Adoro!

Fontez disse...

esses locais sao lindos de se estar, falar, cheirar, pensar, enfim...viver.
locais proprios para se fugir ao stress sem dúvida.
bj nandita.

O Amigo Mistério da Nandita disse...

sem mais palavras, pelo menos hoje... por tudo, um Beijo.