domingo, julho 16, 2006

Mar

Hoje estive na praia... Já sem o calor das horas proibidas, o sol ia lambendo a areia, enquanto as ondas rebentavam na praia, cheias do sargaço de Carreço. Estava-se bem, até mesmo a minha "Bikini-fobia" estava controlada, e apetecia ir tostando ali, ao lado das rochas.
Estive bem, esta tarde... e o mais apetecível era aquele chamamento do mar, aquele marulhar baixinho e luminoso. Apetecia adormecer no mar, depois das ondas frias me baterem nas pernas e da água me picar os olhos e deixar um gosto a sal na língua.
Voltei a casa com novas coragens, o tipo de resoluções que se tomam no Ano Novo, mas abençoadas pela água fria da praia...



(tinha saudades de postar qualquer coisa... e as coisas banais também são parte da vida... pelo menos da minha.)

11 comentários:

Ghost disse...

Pois eu n fui à praia pk em braga ainda n ha disso... Mas só a nós nos cabe fazer das coisas banais refúgios aconchegados que nos fazem seguir em frente... Bjus

Boas ferias!!

Rafaela disse...

coisas banais? são coisas belas o mar, a água a picar os olhos, o sabor salgado a obrigar-nos a uma careta... não são coisas banais, são coisas pelas quais esperamos meses ao longo do Inverno... são páginas fundamentais nos nossos livros, e devem sempre ser lembradas...
espero que te tenhas divertido, porque eu também tenho tentado achar divertido o livro de química:
também já estava com saudades das tuas postagens...

beijo com um quase sabor às férias que parece nunca mais chegarem a barroselas***

**Chronicles/Arclight** disse...

gostei das tuas palavras!
o calor já começa da facto a manifestar-se em demasia..
mas o prazer de entrarmos na água salgada...
é uma maravilha msm!
é cm tudo na vida tb!
a foto é gira

bjs!!

impressaodigital disse...

a àgua acalma, lembra-nos a protecção do ventre materno... ainda bem que te deu novas coragens...

Fontez disse...

bonito post.
Podias era desenvolvê-lo! ;) como costuma fazer a dear impressaodigital.
o mar é o nosso 2º anjo da guarda.
bjs linda.

Fontez disse...

coragem precisaste e o mar te deu!

o_rapaz disse...

Não são banais os momentos em que coisas possivelmente banais nos enchem os olhos, e nos limpam a cara (como estamos a falar da praia, reitero que “limpam a cara” é só uma metáfora!).

Também preciso de um dia assim, de uma água assim, de uma coragem assim…quem não precisa de quando em vez?!

, beijo

Miguel disse...

Este é o tipo de momentos que nos relembra a beleza da simplicidade de algo que ás vezes parecece que esquecemos... talvez por isso mesmo, por ser tão simples e por nós nos armarmos constantemente em complicados... Nada pode ser melhor para nos acordar que o abraço do mar, para nos devolver essa coragem, para conciliar claramente todas as nossas coisas passadas presentes e futuras num certo ar de... reencontro longínquo com a lucidez dos sentidos (ainda não percebi bem esta minha última expressão que mais parece divagadora, foram as palavras que mais espontaneamente saíram do meu subconsciente... e eu la deixei ;)

Beijo

Broken Skin disse...

Deu vontade de estar nessa praia também...
É sempre bom saber que existem pequenas grandes coisas que nos enchem o coração, por mais vazio que ele esteja... Ou por tão cheio que pareça que vai explodir.
Muito obrigada pela tua passagem pelo meu blog e pelas tuas passagens.
Gosto da maneira como escreves :)
Beijinho *

S_dreamer disse...

Vim cá retribuir o seu comentario dona nandita! xD
O seu blog é lindo!
E desculpa nao ter dito nada deste novo blog mas foi falta d lembrança, talvez nem falei contigo desde q o fiz...
beijinhos**

Fred disse...

a praia é mágica...passava lá a vida...tanto também não, mas amo mesmo a praia