quinta-feira, maio 03, 2007

Ficar sempre contigo


“Há qualquer coisa no momento em que duas pessoas desenlaçam um abraço forte. O sentimento de que continuamos ligados, protegidos. De que o abraço se prolonga para lá do contacto dos corpos, da pressão quente no nosso peito, dos braços que se estreitam. Poder ir embora e sentir que levamos o outro connosco, e que ele nos protege, nos enlaça ainda.”

Era o que ela pensava, enquanto se abraçavam, sentados no auditório semi-escurecido que era o carro, com mil pontos de luz à sua frente, no quadro encantado e nocturno das cidades adormecidas.

Estavam em silêncio, mas era um silêncio com forma, palpável e confortável, a voz das coisas que gostamos e nos gostam. O que não diziam entendia-se nos gestos e no olhar, na calma de um roçar de cabelos e de um beijo na testa.

O abraço desfez-se, mas ficou. Ela sentiu que tinha razão, que continuava protegida. Estava certa.

E desfez-se o silêncio. Murmuraram-se “quero-te” ao mesmo tempo e ficaram a olhar a lua, quase cheia por entre a folhagem nocturna, parceira fiel e silenciosa, lá no alto. Sorriam e ela respondia de volta, encantada com a perfeição das coisas simples.

E falaram. Das trivialidades, dos medos, dos desejos. Falaram da alma, e a lua testemunhou. Falaram de tudo e de nada, e acompanharam-se, com a força de uma mão quente aberta sobre o peito. Estão juntos, aconteça o que acontecer. Porque se querem.

E isso basta.

10 comentários:

Ghost disse...

É tão bom ler-te... E então ler-te em palavras que descrevem um cenário destes é especialmente bom.

Cabeça pra cima, segue em frente e tenta ser feliz. Tu mereces, se mereces...

Nandita disse...

amigo, eu sou feliz ;)
o resto sao acidentes de percurso, e so fazem com que tudo valha a pena...
Beijo

catarina disse...

Falar de tudo e de nada, eis o amor perfeito:)

Bjtos

Sony Hari disse...

Tantas palavras que poderiam ser dispensadas se nos lembrassemos mais vezes que um abraço pode ser tão mais eficaz!! Beijinho
Então, conheces Barroselas??

Rafaela disse...

=)

Como continuas sempre bela, inteligente e simples...

O amor não é mais do que um "olhar juntos na mesma direcção" não é? :) Deixas-me um sorriso no rosto de cada vez que te leio... Tenho de te vir ler mais vezes porque há sorrisos que escasseiam!

Beijinhos, menina das palavras simples...
=)

Rafaela disse...

Já agora. Reparei que tens uns videoclips ao canto. O primeiro do Damien Rice, o 9Crimes é lindíssimo! É do mesmo director de uma música fantástica da Tori Amos, A Sorta Fairytale, segundo me consta.

Deixo-te aqui o link, porque sei que vais gostar:
http://www.youtube.com/watch?v=STPiH7B9WEk

Mais uma música para viciar. Espero que te dê tantos bons momentos como me tem dado a mim...
OUve e saberás do que falo... =)

O que uma boa música e um pouco de alma conseguem fazer... =)

Beijinhos* have fun!

luís disse...

Amiga,
como é bom voltar da vida de papel enrugado, e encontrar-te aqui, como antes. Bela, alta e imensa.

Como é simples falar de amor. E como é bom ler-te falar.

As saudades de te ler já apertavam. E apertam agora as de te ver.

Um beijo,
até breve ;)

Hrrada disse...

E enquanto o querer basta e se fica "encantada com a perfeição das coisas simples", vive-se a vida com a alma preenchida de sorrisos :)

É bom visitar-te e sentir-te feliz :)

Bisou*

(Às vezes ainda sinto as pernas a tremer desses abraços que ficam..)

Dizeres de Andarilho disse...

O vocabulário do amor é restrito e repetitivo, porque a sua melhor expressão é o silêncio. Mas é deste silêncio que nasce todo o vocabulário do mundo.

(Vergílio Ferreira- PENSAR)

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.