sábado, novembro 27, 2004

Como é que se apresenta uma Festa de Natal?

Pois é, pois é... estou a viver uma dúvida existencial...
A questão é que, após ponderarmos imenso (cerca de 24 estonteantes horas), eu e a Juliana (para quem não sabe a Juliana é... simplesmente a Juliana!) lá nos auto-proposemos para apresentar a festa de Natal aqui da escola...

O cenário é animador:

1. Cerca das 8.30 da manhã começarão a chegar miudos do 5ºano ao Polivalente. Porquê? Porque nunca viram uma festa de Natal... se já tivessem visto, nem sequer apareciam...
2. Lá para as 9 chega o resto da "comunidade escolar"... agora é assim que se diz!
3. Em cima do palco, e com meia hora de atraso, eu e e Juliana esboçaremos um sorriso envergonhado, dando bons dias aos "meninos e meninas", sob o olhar atónito da criançada, pouco habituada a ver-nos de gorro de pai-natal com tranças brancas...
4. devido ao som pessimo que caracteriza o espaço, toda a assistência discutirá o episodio de quinta-feira da "Quinta das Celebridades", enquanto, no palco, um grupo de crianças do 6ºano tenta tocar na flauta o "Frére Jacques".... mais uma vez, assistidos por mim e pela Juliana, com um sorriso envergonhado e as mãos a tremer compulsivamente...
5. Depois de 5 ou 6 grupos de meninas a dançar aquelas coisas da moda (Britney Spears e Black Eyed Peas no top), o pessoal começa a ficar cansado. Afinal, é meio-dia e está um calor insuportável dentro da sala, além de duas ou três miudas "bem" do oitavo ano nao terem tomado banho depois de um jogo de vólei no gimnodesportivo. O que é que eu e a Juliana fizemos entretanto? Mantivemo-nos em cima do palco, de sorriso envergonhado... com as mãos a tremer compulsivamente...
6. Finalmente, chegará o Pai-Natal... que dará doces a todas as crianças e... imaginem, não nos dará nada porque, enquanto nós continuamos em cima do palco, de sorriso envergonhado... com as mãos a tremer compulsivamente... , os doces acabaram...

esta é a minha previsão para o dia 17 do proximo mes... depois da festa eu passo ca... e vão ver como nada mudou na descriçao... ;)

Entretanto... aulas de Lingua Gestual sempre a bombar, já sei chamar pela família toda... já sei dizer os dias da semana... e continuo perdida de riso com uma das colegas de Curso, a verdadeira "Loira Burra"...


***

nandita a recuperar a força nas pernas e nos braços... fosgasse lá pra jardinagem...

2 comentários:

Zee disse...

Acho que disseste tudo! Fantástica a maneira como conseguiste descrever completamente as festas de natal das escolas... aquelas em que ninguém está a ouvir o que ninguém diz, excepto quando são "as amigas" a actuar. As características músicas mal tocadas, as danças mal dançadas ao som de uma música "de top"...

O teu post fez-me outra vez saudade, porque, como digo no post "Saudade" do meu blog, a festa de natal é, para mim e para os meus amigos, uma altura de lembrança e melancolia... ;(

....
O teu blog tá fantástico, é uma pena que ninguém cá venha! ;(
****

impressaodigital disse...

yap!
as festas de natal são todas iguais!
eu cheguei a dançar ao som dos backstreet,só pk tinah colegas que os iam dançar. tb cheguei a tocar frer chaques na flauta...ai,se fosse hj! mas faz tudo parte da idade! a certa altura já só fui para fazer teatro...e nunca apresentei uma festa, pk o meu "sorriso envergonhado" tornar-se-ia uma gagez compulsiva (isso não existe pois não?).
de resto só espero que no dia 17 te guardem doces... e sorri muito,principalmente quando vires que as bailarinas,os tocadores de flauta estão mesmo contentes por fazer akilo... :)